temas

Fotografar os pratos ou não?

Não é de hoje que a polêmica de fotografar pratos em restaurantes vem tomando espaço em cadernos de Turismo e Gastronomia de jornais e sites do mundo todo.

A matéria que pegou mesmo foi uma do The New York Times que dá a entender que quem fotografa pratos em restaurantes renomados é breja ou cafona.

Essa semana, tivemos mais um capítulo dessa discussão aqui no Brasil. O Estado e a Folha de São Paulo dedicaram uma página toda do caderno “Viagem” e meia página no caderno “Comida” respectivamente para tratar do assunto.

O Estado levantou que alguns restaurantes de Nova Iorque, Sydney e Londres estão avisando clientes na reserva que não permitem fotos ou que não permitem fotos com flash.

Mas será que esses restaurantes não tem Twitter, Facebook ou Instagram? Ou será que são tão famosos que não precisam desse tipo de divulgação? Os restaurantes citados na matéria do Estado são todos estrelados, muito famosos ou com chefs muito conhecidos.

Já na matéria da Folha de São Paulo, os 16 chefs da cidade que foram consultados afirmaram que não se incomodam com clientes que fazem fotos e alguns deles até incentivam a prática.

Eu sempre que vou a um restaurante e até a bares, tenho o costume de fotografar e postar. Afinal, depois de mais de 6 anos de blog dando dicas de onde ir, o que fazer e onde comer, postar um prato ou uma sobremesa é continuar a dar  dicas de forma rápida, ao vivo e a cores.  Acho que ajuda!

Cheguei a pensar que a qualidade das imagens não estavam agradando os chefs que não gostam disso, mas lembrei que a Roberta Sudbrack comentou, no seminário do Riq, que conseguia acompanhar até o ponto que os pratos estavam saindo da cozinha pelas imagens do Instagram que os clientes postavam.

Então a qualidade não pode ser tão ruim assim, né!?

Outros argumentos dos que não gostam chegam a ser engraçados. O cliente se distrai na hora de comer, o prato esfria, não presta atenção na excelência do serviço…. Mas vem cá! Quanto segundos você leva para fazer uma foto de um prato?

O Diego, do Destemperados, entrou num tema que eu concordo. “Não há melhor propaganda do que uma imagem amadora de um prato.  É espontâneo!”

Já reparou que o Tripadvisor separa as fotos profissionais das fotos dos viajantes? É por isso.

O hóspede tende a mostrar a realidade, assim como o frequentador de um restaurante, que acabou de postar a imagem do prato real que chegou a sua frente. Isso não é legal?

Quando você pesquisa um restaurante, não seria interessante ver esses dois lados? A imagem profissional e a que o cliente fez?

Aí eu pensei que o que realmente está incomodando os chefs é a postura de alguns clientes. Será que não tem gente exagerando na hora do clique? Ficando em pé no meio do salão, dando “flashadas” a torto e a direito, atrapalhando o serviço ou aquele casal que escolheu o restaurante para comemorar aniversário de namoro?

Só pode ser isso, né?

Para que o #foodstagram ou o #instafood não acabe ou se torne mais odiado, vou dar algumas dicas para que pelo menos nós, aqui da ABBV, não paguemos mico na hora das imagens de pratos.

1)     Se você tem um bom celular como Iphone ou Galaxy não precisa levar uma câmera enorme no restaurante. Seja discreto e clique com ele mesmo.

2)     Gaste uns minutos e aprenda a tirar os “bips”, avisos sonoros de focagem, e até mesmo do clique, se estiver em restaurante silencioso. Ninguém é obrigado a ficar escutando a mesa do lado apitando até achar o melhor foco.

3)     O flash de câmeras compactas e principalmente dos celulares não vão ajudar na sua imagem. Ela vai ficar esbranquiçada ou com um clarão. Desligar o flash é uma regra importante.

4)     Para minimizar o problema de ter pouca luz, que é comum, solicite a mesa perto da janela. Nada como uma boa luz natural. Se for de dia, claro!

5)     Não fique de pé, nem arraste a cadeira para o meio do salão.

6)     Nem pensar em pedir para o garçom ou menos ainda para a mesa ao lado para fotografar o prato deles.

7)     Se não conseguiu chegar na imagem que queria e mostrar a melhor parte do prato, não poste. É legal fazer uma espécie de edição na hora, para só postar o que ficou legal.

Fotos: Marcio Nel Cimatti

___________________________

Marcio Nel Cimatti é fotógrafo, blogueiro profissional e diretor de Fotografia e Imagem Digital da ABBV. Desde 2006 escreve o blog A Janela Laranja com dicas de viagens.

Facebook Twitter Plusone

Comentários

  1. 18 mar, 2013

    Oi Marcio,

    Costumo fotografar se vou postar sobre o restaurante, mas às vezes não dá tempo.

    :)

    Responder

  2. 19 mar, 2013

    Não tenho postado fotos de pratos e etc, mas tenho tirado algumas nos últimos tempos. Em parte para o caso de resolver postar algo sobre determinado lugar (já aconteceu quanto ao benfiquista de Fátima) ou para mostrar um prato diferente ou bonito para a familia no retorno. Mas tenho notado que independente de blog, o pessoal tem fotografado muito para postar no momento sua localização. Na verdade isso faz parte da interação instantânea que as redes sociais proporcionam. Boa dica tirar o flash, assim não perturba ninguém e o ato fica restrito a sua mesa. Abraços.

    Responder

  3. 19 mar, 2013

    Acho muito legal fotografar. Quanto a postar na rede social não faço. As fotos que utilizo no Blog, as vezes, sim.

    Responder

  4. 20 mar, 2013

    Oi
    Bom assunto. Qdo a situação é crítica para fotos de pratos (tiro muitas e com crianças à mesa) troco a câmera fotográfica pela câmera do iPhone por ser mais rápida e prática.
    Abs
    Alexandra

    Responder

  5. 22 mar, 2013

    Importante essa discussão. Ótimas dicas! Sempre tiro o flash para não incomodar as pessoas ao meu redor, principalmente porque sou do tipo que se sente incomodada com o flash. O chato é que muitas vezes a foto não fica tão legal.

    Responder

  6. 3 abr, 2013

    Iniciei meu blog a pouco tempo e pretendo aprender muito com vocês, principalmente o que é ético ou não nesse mundo dos blogs. Essa questão dos pratos/autorização restaurantes sempre foi uma coisa que me perguntei. Como leitora adoro ver fotos bem tiradas de pratos de comida e confesso por diversas vezes já fui a restaurantes devido a essas fotos. Concordo que é uma forma excelente de propaganda, mas concordo também com todos as dicas dadas nesse post, temos que ser discretos e pensar nos outros. Adorei!

    Responder

  7. 12 mai, 2013

    A minha mulher me chama de brega, cada vez que estamos em um restaurante e faço fotos dos pratos. Bem, posso até ser brega, mas na verdade estou fazerndo um belo de um favor ao estabelecimentos, não acha? Antigamente se falava que a propaganda boa-a-boca era a alma do negócio. Hoe eu conseidero que as redes sociais são a almo deste mesmo negócio. Então, cada vez que eu post uma foto de um prato nas redes sociais do VOB, estou estigando o paladar de alguém e levando faturamento para este restaurantes, você concordam? o chef que não entendeu isso, ainda, está na contra-mão do tempo.

    Responder

  8. 11 abr, 2014

    Sábias palavras! Vivemos a era do ‘aqui e agora’, em que o melhor acompanhamento da informação é, e sempre será, a imagem estática. Bom, pelo menos até que o público em geral tenha como produzir vídeoclips curtinhos e muito eficientes.

    Como fotógrafo, considero a intrusão falta de decoro. Por isso mesmo, em restaurantes faço exatamente o que está indicado. Minha câmera para essas situações é absolutamente silenciosa e não tem flash. Ao chegar, sempre pergunto e explico como farei as imagens.

    Uma grande angular é suficiente para quase tudo. Portanto, câmera pequena, lente mínima. Dessa forma, posso documentar momentos memoráveis como um jantar no “Celler de Can Roca”, eleito no ano passado o melhor restaurante do mundo (a próxima votação para os escolhidos de 2014 será no final deste mês).

    Responder

  9. 5 jul, 2017

    Adorei o post e discussão. Cada vez que vamos fotografar o que estamos comendo é uma tortura…rsrs. Tentamos ao máximo ser discretos a cada vez que vamos fotografar o que estamos comendo. Não é uma tarefa tão fácil, mas claro que possível. Essas dicas com certeza nos ajudarão.
    Obrigada!!

    Responder

Deixe seu comentário:





Comentários