temas

O Instagram é o Twitter com imagem?

20/mai/2013

Gustavo Belli | Especial para a ABBV

Recentemente ocorreu um grande alvoroço pela compra do aplicativo de compartilhamento de imagens Instagram pelo Facebook. Questionaram se ele viria até a substituir o próprio Facebook ou o Twitter. Depois de passado o alvoroço e de uma baixada na onda, o Instagram está uma mídia social mais madura, e que vive um momento de consolidação, onde as pessoas partilham suas imagens e de certa forma transmitem uma mensagem com elas.

Para nós blogueiros de viagem e viajantes, o Instagram pode ser uma ferramenta útil de várias formas. A primeira e mais legal é a publicação das imagens quadradinhas durante a viagem, compartilhando muitas das paisagens e momentos aos nossos seguidores, deixando um ar de quero mais e um convite para futuras visitas ao blog.

Outra forma são as polêmicas e mal compreendidas Hasghtag ou simplesmente Tag (#), que mal usadas poluem e deixam os cabeçalhos das imagens incompreensíveis. Tentarei dar uma lógica ao uso de Tags no Instagram, elas podem ajudar a planejar uma viagem, ou mudar o seu destino. Por exemplo: quando alguém coloca uma #RiodeJaneiro numa foto todos que clicam/procuram nesta Tag naquele momento irão ver as images do Rio compartilhadas, porém o Rio é algo muito fotografado e compartilhado, mas ao em vez procurar #Urca provavelmente poucas  imagens irão aparecer naquele momento, e você poderá saber como está a Urca naquela manhã ou tarde, e  orientar-se   como está o visual para fotografar a Baia de Guanabara e o Cristo Redentor. Então busque ou compartilhe com uma Tag mais localizada, ou mesmo utilizando do marcador do local (mapa), ao clicar nele aparecem as imagens feitas naquele lugar marcado.

Eu tive experiência ao estar viajando pelo interior da Rússia, com pouca informação sobre os lugares que eu iria visitar, por exemplo, ao chegar em Khabarovsk comecei a ver as fotos que estavam com a Tag #Khabarovsk e descobrir algumas coisas e pontos a serem visitados. Outro fato bacana, foi que estava nesta mesma cidade e colocando a Tag #Khabarovsk, pessoas do local me perguntaram o que eu estava achando de sua cidade.

#Dica: Não esqueçam ao responder adicionar a @ (arroba)  mais o nome da pessoa que você deseja responder, ela assim é notificada para saber que você respondeu.

Um tipo de imagem comumente publicada no Instagram, que deixam todos babando, são as fotos de comidas ou na linguagem do Instagram os Food Paparazzis com suas #Pornfood ou #Instafood. Quem nunca ficou babando com as delícias partilhadas pelo http://instagram.com/riqfreire, e não tem vontade de devorar ou conhecer aquele local, ou beber uma caipirinha com o visual deslumbrante. Como tudo partilhem com moderação que você terá novos seguidores e dicas de locais onde poderá fazer uma bela refeição e deixar seus seguidores babando.

Pode ser útil publicar no Instagram uma foto do post que está indo ao ar naquele dia, já que deixamos o pessoal tentado com as fotos durante a viagem, não custa nada avisá-los de que está no ar mais um post sobre aquela viagem ou restaurante.

Muitos grupos existem com Tag próprias, que distribuem tarefas e missões aos seus seguidos para compartilharem imagens com determinado tema. Alguns são famosos como IgersBrasil ou o Instafood (outros grupos chegam a realizar exposições físicas de suas imagens quadradinhas, o Instagramopolis, um grupo de amigos aqui de Florianópolis já realizou algumas e foi um sucesso, até vendendo as fotografias para decoração de ambientes.

Respondendo a pergunta do título: não, o Instagram não é o Twitter com imagens, mas muitas vezes uma imagem vale mais do que 140 caracteres. Nenhuma mídia social substituiu a outra, ninguém é obrigado a entender ou utilizar de todas as ferramentas que existem neste louco e amplo mundo virtual, mas o Instagram veio para ficar e pode ser uma ferramenta bacana de compartilhamento e um aperitivo do que serão publicados nos Blog na sequência, nossa cenas do próximo capítulo J.

Sugiro aos colegas da ABBV para colocarmos uma TAG “Corporativa” nas nossas fotos a #ABBVgram. Modo de uso após nossa TAG colocar + #nome da cidade ou local. Ideal que esta Tag seja colocada num comentário abaixo e não no Título da fotografia, e desta forma diminuirmos a poluição quando for compartilhada no Twitter ou Facebook .

______________________________

Gustavo Belli  é cirurgião dentista, mora em Florianópolis e escreve o blog Viajar e Pensar, associado da #abbvbrasil.  No Instagram ele é @GusBelli.

Facebook Twitter Plusone

Comentários

  1. 20 mai, 2013

    Excelente texto, esclarecimentos, sugestões e dicas! Abraços

    Responder

    20 mai, 2013

    Valeu Kellen

    Agora vamos bombar o #ABBVgram

    @GusBelli

    Responder

  2. 20 mai, 2013

    Gustavo, Eu sempre tenho publicado a foto com no máximo 2 hashtags e nos comentários incluo mais algumas, se for o caso. Assim,como você mencionou, não polui quando compartilho no Twitter ou Facebook.
    Não gosto quando vejo aquela foto sem descrição e cheia de hastags…
    Um abraço e parabéns pelo texto!

    Responder

Deixe seu comentário:





Comentários