temas

ABBV lança hashtag para identificar nas redes sociais conteúdos produzidos a convite

A ABBV, no contínuo esforço para estabelecer transparência nos blogs de viagem, promove uma ação inédita com foco na postura ética do segmento. A associação propõe o uso da hashtag #ap com o objetivo específico de identificar conteúdos que tenham recebido algum tipo de apoio quando foram produzidos.

Assim como existe a tag #ad para identificar produtos patrocinados nas redes sociais (vem de advertising, que significa publicidade/anúncio), propomos a tag #ap para “conteúdo apoiado”, seja por cortesia, convite, viagem patrocinada ou outros formatos de apoio. Trata-se de uma iniciativa nacional, um avanço que nem os blogs estrangeiros tiveram ainda.

Nossa proposta é oferecer ao leitor ferramentas que ajudem a identificar se determinando conteúdo foi produzido com algum tipo de ajuda de maneira que o próprio internauta possa, através desse recurso, julgar a credibilidade do blogueiro e do que está sendo publicado.

A resolução do uso da hashtag #ap foi incluída no nosso Código de Ética e passa a integrar as diretrizes de transparência do blogueiro para com o mercado e o leitor.

É importante esclarecer que a hashtag #ap não substiui nem elimina a hashtag #ad. A ABBV recomenda que a hashtag #ad continue a ser usadas nas redes sociais para identificar “conteúdos patrocinados” (publieditoriais e posts pagos) enquanto que a hashtag #ap deve ser usada para identificar conteúdos produzidos com apoios como fam trips, press trips, cortesias e outros tipos de benefícios.

Por “Conteúdo Apoiado” entende-se:

– Viagens patrocinadas integralmente, conhecidas como PressTrip ou FamTrip ou FamTour;

– Viagens patrocinadas parcialmente (quando há apoio, benefício ou cortesia de passagens aéreas ou hotéis ou até ingressos);

– Refeições cortesias;

– Hospedagem obtida com tarifa de imprensa (PressRate) ou tarifa de agentes de viagem;

– Produtos para teste;

– Brindes promocionais.

De acordo com a Dra Flavia Penido — especialista em Direito Digital  e consultora da ABBV — a hashtag #ap deve ser uma das primeiras (não necessariamente a primeira), logo após o texto editorial para seguir seguindo assim a orientação do Código do Consumidor de que a “propaganda” ou conteúdo comercial deve ser logo identificado. Exemplo: “Veja o que achamos do novo resort XXXXX! http://hgscvscvs.com #?ResortXXXXX #ap #?sãopaulo”

Todas as postagens em redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, Foursquare, Google +, entre outras) que levem claramente ao anúncio do produto/serviço com conteúdo apoiado devem ser identificadas. Ou seja, se o blogueiro publicar foto da piscina do hotel que está sendo pago/convidado para ficar deve identificar as postagens com #ap. Se ele tirar foto das flores que ficam dentro do hotel – sem fazer menção ao hotel – não precisa da hashtag.

Importante: a hashtag precisa ser usada sempre que o conteúdo publicado tiver sido produzido com algum tipo de apoio. O blogueiro precisa ter bom senso para julgar se está dando ao leitor as informações necessárias para avaliar se aquele conteúdo foi ou não influenciado por uma cortesia, um convite ou um brinde.

A Presidente da ABBV, Sílvia Oliveira, vê na proposta de normatização um avanço. “Ao estabelecer o uso de uma hashtag com este fim ajudamos a construir uma nova cultura no mercado de blogs. A ação atinge diversos segmentos e deveria ser respeitada por todos os blogueiros, independente do nicho, que trabalham com integridade e transparência”, completa.

Cabe destacar que esta ação visa especificamente as redes sociais, por isso a escolha de uma hashtag pequena, que não consuma muitos caracteres. Já os posts com conteúdo apoiado publicados nos blogs devem, como sempre, devem ter a identificação clara de como foram produzidos.

Leia mais:

Código de Ética da ABBV

Facebook Twitter Plusone

Comentários

  1. 29 jul, 2013

    Ótima iniciativa!! É importante sermos transparentes com nossos leitores!!

    Responder

  2. 29 jul, 2013

    Sim. Muito boa iniciativa.
    Já estou divulgando!

    Responder

  3. 4 ago, 2013

    Hi, this weekend is pleasant for me, as this point in time i
    am reading this wonderful informative article here at my residence.

    Responder

  4. 13 ago, 2013

    Achei ótima e necessária a iniciativa e estou usando a hashtag #ap nos casos cabíveis desde que fiquei sabendo. Mas, pessoalmente, não acho que #ap seja facilmente identificável para o leitor médio brasileiro como #ad é para os gringos; entendo a necessidade de usar o mínimo possível de caracteres, mas tenho usado conjuntamente #cortesia (até porque “ad” acaba sendo usado também como vocábulo falado na língua inglesa, e é de domínio popular; o que não acontece – ao menos não ainda – no português. Como jornallista, quando leio #ap meu cérebro sempre pensa primeiro em Associated Press 😉 )

    Responder

    16 ago, 2013

    Concordo, quanto mais o blogueiro puder identificar seu conteúdo apoiado, acho melhor. Seja usando #cortesia #convite ou #presstrip. Mas como a ideia era criar algo que realmente comesse pouco caracteres, fomos de #ap.

    O reconhecimento do público virá com o tempo, até porque – por incrível que pareça – pouca gente sabe ainda o que é #ad também. E se clicarmos em #ap no Instagram ou Twitter aparece de tudo. Cabe a nós legitimá-la como uma iniciativa nacional, que nem os sites internacionais tiveram a ideia de lançar! 🙂

    Responder

Pingbacks & Trackbacks & Tweetbacks

ABBV lança hashtag para identificar nas redes sociais conteúdos produzidos a convite! | Ellerim Viajante

[…] Clique Aqui para ler a matéria completa no site da ABBV! […]

Alan Ely | ABBV lança hashtag para identificar conteúdos produzidos a convite nas redes sociais | Page: 1 | Alan Ely

[…] ABBV (Associação Brasileira de Blogs de Viagem) lançou uma hashtag com o objetivo de identificar conteúdos que tenham recebido algum tipo de apoio quando foram […]

Deixe seu comentário:





Comentários