temas

#ABBVnaWTM: WTM Responsible Tourism – O Turismo e as Metas de Desenvolvimento Sustentável

05/abr/2017

image1[2]

Foto Mila Fiorese

 

Por Mila Fiorese – Blog Tempo Para Ajudar | Especial para a ABBV

A ONU declarou 2017 o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento e este tema estará presente durante toda a 5ª edição da WTM Latin America, que está acontecendo no Expo Center Norte, em São Paulo.

Já no primeiro dia de palestras tivemos esta pauta debatida no Teatro de Conferências com a presença de Sandra Carvao, Diretora de Comunicação da Organização Mundial do Turismo (OMT), Frederico Levy, Diretor de Sustentabilidade da BRAZTOA e a moderação de Gustavo Pinto, Fundador da Inverted America Journeys.

Sandra Carvao explicou que, em 2015, a ONU adotou os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e que o turismo foi envolvido diretamente em três deles:
- Objetivo 8: Promover crescimento econômico sustentável e inclusivo, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos;
- Objetivo 12: Produção e consumo sustentável (cadeia de valor e consumidor);
- Objetivo 14: Conservação e uso sustentável dos oceanos, mares e fontes marinhas para o desenvolvimento sustentável.

Mas, pela abrangência e características do setor de turismo Sandra acredita que ele pode e deve contribuir com os demais.

Foram definidos também três objetivos para escolha de 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento: maior consciência para a contribuição do turismo sustentável para o desenvolvimento, mobilizar todas as partes interessadas para tornar o setor um catalisador para uma mudança positiva e promover a mudança nas políticas públicas, práticas de negócios e comportamento dos consumidores no turismo.

O Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento irá promover o papel do turismo em cinco áreas-chave:

1. crescimento econômico inclusivo e sustentável

2. inclusão social, emprego e redução da pobreza

3. eficiência dos recursos, a proteção do ambiente e alterações climáticas

4. valores culturais, diversidade e patrimônio

5. compreensão mútua, paz e segurança.

Foi apresentado o site sobre o Ano Internacional, que é aberto para receber diversas contribuições através das áreas: compartilhando soluções, compartilhando histórias e compartilhando soluções. O site contém um vídeo com a campanha desenvolvida para consumidores (em inglês): Travel.Enjoy.Respect. As dicas para educar os turistas a serem responsáveis são: honre seus anfitriões e nosso patrimônio comum, proteja nosso planeta, apoie a economia local, seja um viajante informado, seja um viajante respeitoso.

Por último foi apresentada a hashtag #travelenjoyrespect, criada para aumentar a divulgação da importância do turismo sustentável.

Na sequência Frederico Levy iniciou sua apresentação explicando o perfil e a abrangência da BRAZTOA, que tem 90 associados, está presente em todas as unidades da federação e vende 90% das viagens do mercado brasileiro.

image5[1]

Foto Mila Fiorese

 A BRAZTOA possui um programa de sustentabilidade que propõe demonstrar os benefícios de incorporar a sustentabilidade à gestão das empresas e ênfase aos pilares sociocultural, ambiental e econômico. Para reconhecer estas atitudes e divulgá-las foi criado o Prêmio BRAZTOA de Sustentabilidade. Este prêmio é direcionado ao trade e concedido às melhores iniciativas em cinco categorias: associados BRAZTOA, parceiros do turismo, agências de viagens, meios de hospedagem e projetos inovadores (estudantes).

Juntamente com o Ministério do Turismo foi criado o mapa interativo Turismo Sustentável no Brasil, que apresenta os vencedores do prêmio BRAZTOA desde a sua primeira edição em 2012. O mapa está disponível em português, inglês e espanhol.

image6[1]

Foto Mila Fiorese

Outra iniciativa em andamento é o SEEDS – Semeando a Excelência do Desenvolvimento Sustentável, um ciclo de palestras com diversas personalidades do turismo e do desenvolvimento sustentável destinado aos empresários e interessados no assunto. Há também a parceria Colméia e o Programa BRAZTOA Universitários, voltados à capacitação de jovens.

Após as apresentações ficou evidente que esta é uma oportunidade única para o setor de turismo contribuir com os 3 pilares da sustentabilidade – econômico, social e ambiental – e que todos nós, enquanto turistas, também temos esta responsabilidade.

 

Mila Fiorese é autora do blog Tempo Para Ajudar e faz parte da equipe da ABBV na cobertura da WTM Latin America 2017.

 

Facebook Twitter Plusone

Deixe seu comentário:





Comentários