Publicado em

Conexão Paris: a experiência de um blog especializado em um destino

BY: ABBV2 COMMENTS CATEGORY: Blogueiros, Criação de conteúdo

Ser blogueiro de viagens parece ser o trabalho dos sonhos. Ficar livre dos escritórios e da vida corporativa, rodar o mundo, trabalhar da praia, tudo isso é de fato muito tentador.  Mas, por trás do glamour, se esconde a realidade: ser blogueiro de viagens é uma batalha diária pela sobrevivência. Renda sazonal, algoritmos em constante mudança e demanda de criação de conteúdo num ambiente bastante saturado. Escolher um nicho e se tornar um especialista pode ser uma ótima alternativa para manter o foco e se sobressair.

A experiência do Conexão Paris

Conexão Paris nasceu em 2007. Quando criamos o blog, não tínhamos nenhuma estratégia, e muito menos a intenção de fazer disso um trabalho. Escrever exclusivamente sobre Paris (e demais destinos da França, em menor quantidade) era uma escolha natural. Minha mãe, a Lina, vivia na capital francesa há 30 anos e conhecia Paris como ninguém. 

Nessa época, a Internet era outra mundo. As redes sociais e o conteúdo em vídeo, por exemplo, estavam ainda engatinhando. Tudo que tínhamos a fazer era escrever posts e interagir com a blogosfera (que era pequenininha) e com os leitores. A vida era mais fácil. Rapidamente, o blog cresceu, ganhou visibilidade e passou a ser uma referência sobre Paris.

Referência junto a um público segmentado

Hoje, quando olho para trás, vejo a sorte que tivemos em nos tornar especialistas de um destino único.

Primeiro, porque conseguimos nos tornar referência. Nossa audiência é nichada e, portanto, altamente qualificada. Nossos números não são tão altos quanto de um blog consolidado generalista (como o eterno e maravilhoso Viaje na Viagem, nosso companheiro na fundação da ABBV) ou de uma mega celebridade. Mas nosso forte é justamente atingir diretamente um público bem específico: o turista brasileiro que está planejando uma viagem a Paris.

Com isso, conseguimos construir parcerias fixas e duradouras com empresas que desejam falar com esse público. É o caso das Galeries Lafayette, por exemplo, parceira do blog há 6 anos. O trabalho de longo prazo nos permite consolidar a relação de confiança, tanto entre a empresa e o blog, quanto entre o blog e os leitores. Conhecemos profundamente os serviços e produtos, temos segurança nas recomendações e os depoimentos da nossa comunidade, além de termos abertura para darmos feedback quando necessário.

Conteúdo especializado em um destino

A especialização também nos permite postar conteúdo de altíssima qualidade. Escrever sobre uma cidade onde você vive há anos é muito mais assertivo do que dar dicas sobre um lugar que você passou apenas alguns dias de férias. 

Outra vantagem é que podemos produzir conteúdo localmente. Conseguimos assim postar informações diárias sobre a cidade, reduzindo custos de deslocamento e produção. Isso não quer dizer que a gente não viaje, mas temos a vantagem de poder produzir conteúdo frequente e relevante, mesmo quando não estamos viajando.

Ser especialista de um destino único não significa, contudo, que você não terá concorrência. Hoje, existem dezenas de blogs e influencers focados em Paris. Mas acredito que somos todos complementares. A Paris Me Chama, por exemplo, escreve sobre moda. A 13 Anos Depois tem foco em maternidade. A Paris Sabor e o Gastronomos são voltados para a gastronomia. Dentro do destino Paris, cada um encontrou seu próprio nicho. 

Nichos criativos: posicionamento é tudo!

É verdade que nem todo mundo vive em uma cidade fetiche como Paris, mas o destino não é a única forma de se especializar. Na ABBV, temos alguns ótimos exemplos de blogs de nicho. O Viajando com Pimpolhos, a Viajante Solo e o Viajante Maduro, por exemplo, têm como foco o perfil do turista. Ou ainda aqueles que segmentam pelas atividades, como o Festivalando e o Viajar Correndo. Fora da ABBV, me chamou a atenção The Summer Hunter, cujo nicho é o sol e as viagens de verão. Achei uma ótima sacada!

Ter um nicho não significa que sua vida será fácil e que você vai rapidamente conseguir viver disso. Mas pode ser uma maneira de se diferenciar e de ganhar visibilidade, tornando-se referência dentro de um segmento.  Se você tem uma paixão ou um conhecimento bem específico, pode valer a pena pensar em se especializar no assunto.

Mariana Berutto é sócia do Conexão Paris, um dos blogs fundadores da ABBV.

Publicado em Blogueiros, Criação de conteúdo Tags

2 COMMENTS

Avatar
Manu - posted on 05/10/2019 10:48
Reply

Muito bom o texto, Mariana! Acredito também que a segmentação PODE AJUDAR MUITO! No meio caso eu falo sobre viajar com a mala de mão!

ABBV
ABBV - posted on 07/10/2019 16:09

Obrigado pelo comentário, Manu! Ótima sacada a sua escolha de tema! Sucesso com o seu projeto 🙂


Deixe um comentário