temas

#PlantãoABBV: Um breve panorama sobre a palestra “Melhores Práticas em Blogs de Viagens” na WTM

Palestra "Melhores Práticas em Blogs de Viagens" na WTM. Imagem:Erik Pzado

Palestra "Melhores Práticas em Blogs de Viagens" na WTM. Imagem: Erik Pzado

Por Janaína Calaça |

Aconteceu no dia 23 de abril, no auditório 1 da WTM – World Travel Market Latin America, a palestra “Melhores Práticas em Blogs de Viagens”, voltada para discutir o trabalho com blogs, ações de sucesso envolvendo mídias sociais e como calcular e mensurar o valor de publicidade nos blogs. A palestra contou com a presença dos fundadores do Velvet Escape, Traveldudes e iAmbassador (respectivamente Oliver Gradwell,  Melvin Boecher e Keith Jenkins) e foi dividida em três tópicos principais: como encontrar e trabalhar com bloggers de viagem; #LoveCapeTown, um estudo de caso e como calcular o ROI.

Oliver Gradwell deu início à palestra resgatando o conceito de “travel bloggers” (blogueiros de viagem) e ressaltou que um dos pontos que definem primordialmente a atividade é a partilha da experiência pessoal genuína. Um verdadeiro travel blogger seria aquele que partilha, em seu espaço, suas experiências reais de viagem, criando vínculos de confiança com os seus leitores – confiança e credibilidade que, diante do mercado, tornam-se o principal capital dos blogueiros.

Oliver Gradwell sinaliza como encontrar e trabalhar com bloggers de viagem. Imagem: Erik Pzado

Oliver Gradwell sinaliza como encontrar e trabalhar com bloggers de viagem. Imagem: Erik Pzado

Dando continuidade à sua fala e direcionando o foco às relações entre blogs e empresas, Gradwell destacou o que considera um dos grandes benefícios do trabalho com blogueiros: o que chamou de triple benefit (triplo benefício), conceito traduzido na tríade “antes, durante e depois”. Segundo Gradwell, ao idealizar uma ação com blogs, empresas contam com uma promoção antes da ação (como teasers nas redes sociais e no próprio blog); durante a ação em si (com a narração dos acontecimentos, postagens de fotos, publicação de tweets etc.) e o desfecho da ação, o “após”, que é a produção dos posts, por exemplo. Porém, antes de partir para a idealização de ações em si, o palestrante chama a atenção para empresas e órgãos oficiais de promoção turística para um dos grandes dilemas enfrentados: “onde encontrar os blogs de viagem?”

Segundo Gradwell ainda, os blogueiros podem ser encontrados principalmente em conferências (e ele cita a TBU, TBEX e Traverse); associações; redes de blogs; networks e em eventos sociais. Fechando sua fala, o palestrante chama a atenção de que, após selecionar os blogueiros para suas ações, as empresas devem seguir alguns parâmetros básicos para o trabalho com estes profissionais: definir o que pretende com esta ação; nunca convidar um blogueiro sem antes ter a ação clara e definida a ser apresentada; dar um tempo livre ao blogueiro para realizar suas atividades; oferecer Wifi (item básico para sua atividade) e ser, acima de tudo, transparente no que deseja obter neste relacionamento.

Keith Jenkins apresenta o case #lovecapetown. Imagem: Erik Pzado

Keith Jenkins apresenta o case #lovecapetown. Imagem: Erik Pzado

Dando continuidade à mesa, Keith Jenkins apresenta o case #lovecapetown, considerada uma ação de sucesso pelas mídias internacionais. Segundo Jenkins, um grupo de blogueiros foi enviado à Cidade do Cabo para conhecer e promover a cidade. O diferencial da ação, segundo o palestrante, centrou-se no fato de em vez de viajarem com roteiros predefinidos (como nas fam trips tradicionais), os blogueiros mobilizaram os habitantes da cidade a compartilharem, através das mídias sociais (como Twitter e Facebook), dicas de locais sobre o destino. A partir destas dicas, os blogueiros descobriam o que a região tinha a oferecer através do olhar dos próprios habitantes. A ação foi considerada bem sucedida pelo engajamento e mobilização dos habitantes, que passaram a interagir e acompanhar a trajetória dos blogueiros pela Cidade do Cabo, além da vasta cobertura com fotos, tweets e vídeos, além da produção posterior dos posts. Hoje, a hashtag #lovecapetown foi incorporada ao imaginário do destino e é sempre utilizada quando há algo positivo a ser destacado sobre a cidade.

Melvin Boecher traz, em sua fala, formas de mensurar a publicidade em blogs. Imagem: Erik Pzado

Melvin Boecher traz, em sua fala, formas de mensurar a publicidade em blogs. Imagem: Erik Pzado

Após a apresentação do case de Keith Jenkins, Melvin Boecher encerra a palestra apresentando um dos grandes pontos de interrogação para muitos blogs e empresas que visam trabalhar com blogs: como mensurar o valor da publicidade nestes espaços (publieditoriais, tweets e menções em outras redes sociais)? Boecher apresenta alguns parâmetros que vêm sendo utilizados mais comumente para “mensurar” o alcance e influência destes blogs – como o Klout, por exemplo (apesar de sinalizar a necessidade de utilizá-lo com ressalvas) – e fecha sua fala com a apresentação de formas de se calcular o ROI (Retorno sobre Investimento) nos blogs, ou seja, a relação entre o dinheiro ganho ou perdido através de um investimento, que, neste caso, é centrado na publicidade online.

Silvia Oliveira, presidente da ABBV,em participação na rodada de perguntas. Imagem: Erik Pzado

Silvia Oliveira, presidente da ABBV,em participação na rodada de perguntas. Imagem: Erik Pzado

Abertas as perguntas, a presidente da Associação Brasileira de Blogs de Viagem, Silvia Oliveira, pontuou a necessidade das empresas e órgãos oficiais de promoção do turismo reverem o relacionamento com os blogs, que, atualmente, encontra-se principalmente centrada em permutas e convites que restringem-se a hospedagens e alimentação. Silvia sinaliza para a necessidade de que o trabalho do blogueiro seja remunerado e que muitas empresas incluam os blogs em seus planos de mídia. Keith Jenkins, então, sugere que os blogueiros ofereçam serviços extras para empresas e órgãos, como venda de fotos, vídeos, produção de ebooks como uma forma de ajudar na remuneração destes espaços.

A palestra “Melhores Práticas em Blogs de Viagens” encerrou as atividades do Auditório 1 do primeiro dia da World Travel Market Latin America.

Facebook Twitter Plusone

Deixe seu comentário:





Comentários